Integre Teu Outlook As Suas Redes sociais

Integre Teu Outlook As Suas Redes sociais 1


Hannah Witton precisou se submeter a uma operação emergencial para afastar parte do cólon em consequência a uma colite ulcerativa. http://edition.cnn.com/search/?text=digital+marketing blogueira britânica vem fazendo sucesso nas redes sociais ao apresentar de como é transar tendo uma bolsa de colostomia ligada ao corpo. Devido a da doença, Hannah precisou se submeter a uma cirurgia emergencial pra tirar parte do cólon, em janeiro nesse ano.


Dados e novas infos a cerca disso que estou enviando neste artigo podem ser encontrados em outras fontes de confiança assim como este Descubra Mais Aqui .

Desde assim, a jovem dedica amplo cota do conteúdo de seu blog e das postagens em redes sociais a assuntos relacionados a dificuldades inflamatórias do intestino, e também buscar direcionar pessoas que precisam conviver com doenças crônicas. O cólon é a porção Algumas Tecnologias Traduzem A Agitação Das Mídias sociais do intestino grosso, responsável pela absorção de água e armazenamento de fezes. As Informações Do Bebê De doze Anos Que Virou CEO de retirada, essa divisão precisou ser substituída por uma bolsa externa que foi acoplada ao corpo humano da jovem por intermédio de uma cirurgia de estoma.


De imediato, Hannah tem um orifício artificial infinito aberto na parede do abdômen pra que as fezes sejam liberadas. “É um saco de cocô”, citou ela ao definir a bolsa de arrecadação, que batizou de “Mona”. Como o “acessório” necessita ser usada todo o tempo, a blogueira decidiu incluir em teu assunto informações de sexo para que pessoas precisa conviver com problemas iguais. Hannah retornou a temáticas relacionadas a sexo somente cinco semanas depois da operação, compartilhando a respeito os desafios que enfrenta. link com mais detalhes intitulada “O sexo espontâneo é coisa do passado”, ela conta que antes de cada relação é preciso esvaziar a bolsa.


Apesar de a imagem ser insuficiente atrativa, a blogueira compara com novas atitudes comuns realizadas antes do sexo, como tomar uma ducha, escovar os dentes ou fazer xixi, antes do sexo. Cinco Dicas Pra Uma Estratégia De Mídias sociais Bem Sucedida , ao longo do ato, “Mona” costuma se mover de um lado para outro, se convertendo uma “distração”.


Para superar o inconveniente, ela recomenda a utilização de bolsas pequenos, cintas ou um outro tipo de proteção que mantenha a bolsa no local. “Quando se trata de sexo e intimidade, se você tem um estoma, não é apenas da cirurgia que você precisa se recuperar. Há coisas práticas em que você nunca teria de ter pensado antes”, escreveu no post. http://www.google.co.uk/search?hl=en&gl=us&tbm=nws&q=digital+marketing&gs_l=digital+marketing desafio é o odor, que pode tornar-se “uma barreira mental” no instante do sexo oral, de forma especial visto que a bolsa acaba ficando no rosto do parceiro. O conselho de Descubra Mais Aqui é amparar acessórios que mantenham a bolsa ‘longe’ do ambiente. Leia O Relatório Completo /p>

O emprego de gotas aromáticas para disfarçar os odores também pode amparar. Em um video publicado em teu site no mês passado, Hannah revelou que a retomada da existência sexual era uma das tuas preocupações após a operação. Ela revelou que tinha receio sobre isto os movimentos durante a prática sexual, por causa de se sentia fraca e incapaz de fazer várias coisas. Para exceder estes dificuldades, ela recomenda uma intercomunicação aberta com o parceiro, item fundamental pra exceder os problemas. “Na intimidade, a linguagem é sua melhor ferramenta”, reconhece a jovem.



  • Date: 3 de junho de 2013

  • 4 Links afiliados

  • Fazer publicidade

  • Equipe ruim

  • Passo 2: Crie seu perfil

  • Eficiência diz muito

  • Promova sua página fora da Internet



Mais de 1.600 quilômetros ao sul de Fortaleza, os efeitos das modificações nos hábitos alimentares são evidentes numa colorida sala de aula de uma creche de São Paulo, a maior cidade brasileira. Mais de 100 gurias lotam as salas diariamente, cantando o alfabeto, brincando e tirando sonecas em grupo.


No momento em que foi formada, no início dos anos 1990, a atividade da creche dirigida por uma ONG brasileira era fácil: aliviar a subnutrição de garotas dos bairros mais pobres da cidade, que não recebiam comida bastante. Administrado pelo Centro de Recuperação e Educação Nutricional, o programa acrescenta criancinhas pré-diabéticas de dez anos de idade com esteatose hepática perigosa, jovens com pressão alta e crianças pequenas tão malnutridas que têm complexidade em percorrer.